O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ter uma melhor experiência e visualização deste site.

Atualize o seu browser agora

Bem-vindo à Jetcost

Para fins técnicos e de marketing (incluindo publicidade personalizada), utilizamos cookies e outras tecnologias de rastreamento semelhantes (nossas e de terceiros da UE e Extra UE) no nosso site. Se concordar com a sua utilização, incluindo a transferência de dados Extra UE de acordo com a nossa política de cookies , e deseja continuar, clique em "Aceitar todos e continuar no site".

Aceda a alterar a sua configuração para definir as suas preferências ou clique aqui para continuar sem cookies desnecessários.
Compare voos baratos e low cost
As datas selecionadas podem não apresentar resultados devido ao COVID-19. Sugerimos que altere as datas.
Selecionar partida
  • Últimas pesquisas
Selecionar chegada
  • Últimas pesquisas
{{ weekDay }}
{{ panel.label }}
Está à procura de um voo só de ida?
{{ fromDate | dateToDayNumber }}

{{ fromDate | dateToMonthName }}

{{ fromDate | dateToDayName }}

{{ flexibleFromDateLabel }}
{{ option.label }}
?
{{ flexibleToDateLabel }}
{{ option.label }}
Classe e passageiros
Classe
Econômica
Disponível apenas para classe econômica
Número de passageiros
Adultos
{{ adults }}
Crianças
{{ children }}
Bebês
{{ infants }}
  • Compare com:

As últimas notícias sobre restrições de viagem para o Covid-19

O número de destinos fechados ao turismo internacional tem continuado a diminuir. De acordo com o Relatório de Restrições de Viagens da UNWTO, 70% dos países do mundo flexibilizaram as restrições de viagem impostas para a pandemia da COVID-19.
 Covid 19 Restrições de viagem
Até à data, 164 países atenuaram as restrições ao turismo internacional, uma tendência ascendente nos últimos dois meses, enquanto ainda existem 51 fronteiras totalmente fechadas aos turistas. De acordo com o relatório, são principalmente os países com pontos de partida positivos em matéria de saúde e higiene que flexibilizaram as restrições mais rapidamente.

Diferenças regionais

A Europa continua a ser o continente com maior probabilidade de aliviar as restrições de viagem, seguido pelas Américas, África e Médio Oriente. A Ásia e o Pacífico continuam a ser as zonas mais restritivas, continuando a impor regularmente o encerramento de fronteiras para o turismo internacional.

No entanto, mesmo os países que demonstram uma clara abertura continuam a aconselhar contra viagens internacionais não essenciais a zonas de maior risco do mundo. Em vez disso, alguns países proibiram completamente as viagens não essenciais: a Bélgica, por exemplo, proibiu todas as viagens não essenciais de e para a Bélgica de 27 de Janeiro a 1 de Março (com isenções adequadas).
 

Verificações à chegada

Alguns países também intensificaram os controlos ou exigências aos viajantes que chegam. A França, por exemplo, exigiu que os viajantes declarassem que não sofrem de sintomas de COVID-19 e que não estiveram em contacto com casos confirmados nas duas semanas anteriores. Os viajantes estão sujeitos a um período de isolamento de 7 dias e terão de ser submetidos a mais testes no final deste período.

Os Estados Unidos, por outro lado, restringiram a entrada de todos os estrangeiros que passaram pela China, Irão, a maioria dos países europeus, o Reino Unido, Irlanda e Brasil nos últimos 14 dias. A partir de 26 de Janeiro, todos os viajantes terão de apresentar um resultado viral negativo para a COVID-19, emitido pelo menos 72 horas antes da partida, ou ter certificado a prova de terem contratado e sido curados da COVID-19 antes de embarcar no avião.

Apesar de fortes lmitações em alguns países, as fronteiras estão a ser gradualmente reabertas não só para viagens de necessidade mas também para o turismo em muitos casos.

Informação específica de cada país

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) publicou um mapa útil regularmente actualizado onde pode verificar a situação específica de cada país a nível mundial, disponível neste link.
Encontre-nos em